Quantos ossos tem o corpo humano?

Você sabe quantos ossos tem o corpo humano? O corpo humano possui 206 ossos, distribuídos na cabeça, ouvido, pescoço, tórax, abdômen e membros superiores e inferiores. Os ossos, juntamente com a cartilagem, compõem nosso sistema esquelético.

O osso é um tecido rígido presente em animais vertebrados e o conjunto de ossos é chamado de esqueleto. Na anatomia existe um ramo especializado em estudar esses componentes tão importantes para as nossas vidas: a osteologia.

Sua aparência é esbranquiçada e ele é muito duro e sólido. Ele pode se juntar a outros ossos através das chamadas junturas ou articulações. São constituídos por duas substâncias: uma orgânica chamada de osseína e outra inorgânica, os famosos sais minerais.

Mas para que eles servem exatamente e porque é tão importante que cuidemos bem dos nossos ossos? No texto a seguir, falaremos sobre as funções, nomes e características dessa parte do nosso corpo.

Função dos ossos

Quando pegamos algo com as mãos, jogamos futebol ou fazemos qualquer outra coisa com nossos corpos, podemos ter certeza de que nossos ossos estão entrando em ação. Eles servem como um apoio para os músculos, permitindo que nos movimentemos.

Além disso, também serve como proteção contra lesões para alguns de nossos órgãos internos, como um dos mais importantes para o funcionamento de nossas vidas: o coração.

Os ossos também armazenam diversos minerais e íons e produzem células sanguíneas, processo chamado de hematopoiese.

Leia mais sobre >>> Estoicismo: significado, resumo e principais filósofos

Nome dos ossos do corpo humano

Os ossos são divididos em ossos da: cabeça, ouvido, pescoço, tórax, abdômen, membros superiores e membros inferiores. A seguir, apresentaremos os nomes dos ossos divididos em cada uma dessas categorias.

Ossos da cabeça (22): são 8 no crânio na seguinte quantidade (1 frontal, 2 parietal,  1 esfenoide, 1 etmoide e 2 temporal). Na face temos os 14 restantes (zigomático, maxilar, nasal, palatino, lacrimal, concha nasal: dois de cada um. E apenas uma mandíbula e um vômer).

Ossos do ouvido (6): martelo (2), bigorna (2) e estribo (2).

Ossos do pescoço (1): no pescoço temos apenas um osso, o hióide. Esse não está articulado com nenhum outro osso, apenas com músculos.

Ossos do tórax (44): costelas (24), vértebras torácicas (12), vértebras cervicais (7) e esterno (1)

Ossos do abdômen (7): vértebras lombares (5), sacro (1) e cóccix (1).

Ossos dos membros inferiores (62): a maior parte desses ossos fica localizada nos pés (52), onde no tornozelo ficam, com dois de cada, o calcâneo, navicular, cuboide, tálus e cuneiforme medial, intermédio e lateral. No peito do pé temos os metatarsais (10) e nos dedos as falanges proximais (10), médias (8) e distais (10). Na cintura temos os dois ossos da cintura pélvica. Já na perna temos oito ossos, também dois de cada: patelas, tíbias, fíbulas e o maior osso do corpo humano: o fêmur.

Ossos dos membros superiores (64): são 4 na cintura escapular: clavículas (2) e omoplatas (2), nos braços temos 6 deles: úmeros (2), ulna (2) e rádio (2). A maior parte fica nas mãos, onde temos no punho (dois de cada) os ossos: escafoide, semilunar, piramidal, trapézio, pisiforme, capitato, trapezoide e hemato. No metacarpo temos os metacárpicos (10) e nos dedos as falanges proximal (10), média (8) e distal (10).

Sistema esquelético

O sistema esquelético, como dito anteriormente, é formado por ossos e cartilagens e sustenta nosso corpo para que possamos realizar as mais diversas atividades.

Lembre-se de todas as coisas que você faz durante seu dia, como se levantar da cama, ir ao mercado, sentar na carteira quando vai para a escola ou até mesmo atividades mais complexas e que exigem mais esforço como jogar futebol, vôlei ou nadar. Para todas essas coisas, precisamos dos nossos ossos.

Os ossos começam a se formar a partir do segundo mês na vida intra-uterina. Porém os ossos crescem com o passar do tempo e é por isso que um adulto não tem a mesma altura que uma criança. É só entre os 18 e 20 anos que esse crescimento para.

A divisão do esqueleto se dá da seguinte forma: esqueleto axial (formado pelos ossos da cabeça, pescoço e tronco) e o esqueleto apendicular (formado pelos ossos dos membros superiores e inferiores). Os dois se juntam por meio da cintura escapular e pélvica.

|Esqueleto humano
Foto: Internet

Classificação dos ossos

Os ossos se classificam em:

Ossos longos: têm comprimento maior que a largura e espessura, são tubulares e têm extremidade dilatada. Exemplos: fêmur e rádio.

Ossos planos: a espessura é menor que a largura e o comprimento. Normalmente têm como função proteger alguma coisa, como alguns ossos do quadril.

Ossos curtos: as três dimensões são semelhantes (como um cubo), como os ossos carpais e tarsais.

Ossos sesamoides: se desenvolvem dentro dos tendões. Exemplo: patela.

Ossos supranumerários: são ossos em excesso no corpo humano.

Ossos irregulares: não apresentam relação entre suas dimensões. Seu principal exemplo são as vértebras.

Qual o menor e maior osso do corpo humano

O maior osso do corpo humano é o fêmur. Fácil de ver e sentir, é aquele localizado entre o quadril e o joelho, na coxa.

Por ser o maior, ele também é o mais resistente, podendo suportar até 1230 kg por centímetro quadrado. Para ter uma ideia do quanto ele é grande, uma pessoa de 1,80 metro, tem um fêmur de aproximadamente 50 centímetros.

Já o menor osso do corpo humano e mais difícil de se enxergar é o estribo, que faz parte do grupo de ossos do ouvido. Ele tem aproximadamente de 4 mm a 7 mm e junto com o martelo e a bigorna, são responsáveis pela audição humana.

Por ser o menor osso do corpo humano, não é de se assustar que ele também é ligado a outro osso – o martelo – pela menor articulação do corpo humano. Apesar de pequeno, ele é muito importante.

Porém se for rompido, não é possível reconstituí-lo naturalmente e caso lesionado é preciso passar por uma cirurgia delicada para recolocar o estribo de volta no lugar ou até mesmo substituí-lo por uma prótese.

Importância do cuidado com os ossos

Depois desse texto, já é possível entender o quanto um osso é importante, certo? Para mantê-los saudáveis há diversas atitudes e precauções que podemos tomar, como por exemplo:

Cálcio todos os dias, para garantir que os ossos continuem fortes e estáveis.

Vitamina D (que podemos conseguir através do Sol) para absorver o cálcio.

Exercícios físicos para manter os ossos fortes e saudáveis.

Leia Também: Arte Moderna: história, características, movimentos e principais artistas

 

Quantos ossos tem o corpo humano?
Avalie essa matéria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *