Alfabetização e Letramento Infantil


Escrito por -

O processo para que as crianças possam aprender a ler e escrever se divide em duas áreas similares: alfabetização e letramento. As duas coisas são diferentes, mas são fundamentais para que a criança tenha uma boa educação.

Hoje explicaremos qual o conceito de alfabetização e o de letramento, além de explicar a importância de cada, e o modo como deve ser aplicado.

A alfabetização é o processo onde se ensina todo o método que usamos na escrita, as letras, os números, os símbolos, e ainda é o método de mostrar como a união de letras formam sílabas, as sílabas palavras, as palavras frases e etc.

Diferente, mas complementares, o letramento é o modo de ensinar o propósito do texto. Por exemplo, é o estudo de como utilizar a alfabetização na prática, instruindo a criança a criar frases próprias, a interpretar e a entender qual é a função da escrita e leitura na sociedade em que vivemos.

Portando, um método depende do outro, não adianta um aluno entender a prática e para que serve a alfabetização se ele for analfabeto. Assim como ler frases e textos sem entender seu propósito causa uma leitura vazia, praticamente mecânica.

Alfabetização na educação infantil

O principal problema da educação no brasil não é a alfabetização em si, na verdade, o número de pessoas alfabetizadas é até grande, porém, lhes falta letramento.

Todas as pessoas aprendem a ler e a escrever, mas não implicam isso em sua vida cotidiana, elas não leem jornais, revistas e muito menos livros, é por isso que muitas pessoas possuem dificuldades em encontrar informações em uma simples conta de água ou luz.

O analfabetismo funcional, ou falta de letramento é um grave problema. E para que ele seja evitado, o processo educacional deve ser de qualidade já na educação infantil. É nessa fase que as crianças consolidam algumas atitudes para o resto da vida, como gostar de ler, por exemplo.

Essa aprendizagem oral e escrita é fundamental para que as crianças consigam conviver em sociedade tranquilamente, podendo se comunicar e entender os demais.

Aliás, muitas crianças já entram na escola com uma espécie de letramento informal, pois elas já viveram algumas experiências sociais, isso ocorre por exemplo, ao ler ou observar as imagens em um gibi, ou em desenhos animados.

Porém, esse letramento informal deve ser aprimorado e ensinado corretamente, e isso é o que não acontece. A educação brasileira age de uma forma mecânica, onde sempre se busca a resposta certa, mas nunca se explica a razão que a faz correta.

Alfabetização com matemática

Muitas pessoas acreditam que a alfabetização não tem relação com a matemática, talvez porque a palavra alfabetização em si remeta ao alfabeto, que só é composto por letras. Porém, isso é uma grande mentira, a matemática é uma parte fundamental da alfabetização.

Tudo e qualquer coisa que fazemos remete aos números, o simples ato de contar, o número de um telefone, e até mesmo uma receita culinária, tudo envolve números, e se a alfabetização for feita sem o ensino deles, ela é falha.

Na educação infantil, as crianças já chegam com uma certa bagagem de conhecimento, muitas inclusive sabem até contar até dez, porém, é claro que não são todas, e toda a estrutura numérica deve ser ensinada juntamente ao alfabeto, afinal, os números não são simplesmente ferramentas de equações, eles são parte de um discurso de linguagem.

Alfabetização com vogais

As vogais normalmente são as primeiras letras aprendidas nas atividades do maternal, afinal, elas são as letras do alfabeto que de fato emitem sons, as consoantes são as responsáveis por alterar esse som. Se formos formar uma palavra só com consoantes, ela praticamente não terá som emitido.

Para a alfabetização e letramento dos alunos, uma boa atividade é separar palavras simples que iniciem com vogais, retira-las, e depois pedir para que os alunos completem a vogal inicial: Avião, Urso, Estrela. Colocar desenhos ajuda mais no interesse dos pequenos.

Abusar de palavras que possuam muitas vogais também pode ser uma boa ideia para o aprendizado deles.

 

Dicas para a alfabetização e letramento dos alunos

Atividades lúdicas

O uso de atividades lúdicas em sala de aula é muito importante, principalmente nessa fase inicial de alfabetização. Um professor que fica sempre na mesmice tradicional de passar atividades na lousa e mandar as crianças fazerem acaba tirando o desejo deles.

Quando os alunos se deparam com um professor assim, eles costumam ficar sem vontade de participar, afinal, são crianças, a principal atividade delas é brincar. E nessa idade, elas costumam formar opiniões, e caso formem uma de que a escola é chata, provavelmente levarão isso para o resto da vida, dificultando todo o restante do processo educacional.

Entendeu como a fase de alfabetização é importante? Usando de atividades lúdicas mescladas com o ensino teórico e coordenação motora, as crianças tendem a se divertir mais enquanto aprendem, buscando assim novas formas de aprender, e tomando paixão pela educação.

Alguns exemplos de atividades lúdicas são: leitura de histórias, músicas e filmes cujo conteúdo tenha relação com o processo de alfabetização, brincadeiras que envolvam a leitura e escrita, além de muitas outras possibilidades.

Auxiliar os mais necessitados

Em toda classe, haverá alunos com aprendizado muito alto, e outros mais atrasados. Você deve fazer o máximo para que os alunos com dificuldades não fiquem muito atrasados em relação aos demais.

Sendo assim, dê uma atenção especial para aqueles mais necessitados sempre que possível, afinal, alunos que avançam na escola mesmo sem ter o conhecimento necessário acabam se frustrando no decorrer do caminho, e muitas vezes isso causa a evasão escolar.

Porém, se você está ensinando de um modo e a criança não está aprendendo, ela não conseguirá mesmo com a exaustão. É importante que você crie métodos diferentes para ensinar, afinal, ninguém é igual.

Cada pessoa nasce e se desenvolve com habilidades mais fortes em determinada área, um nas ciências exatas, outros na linguagem, outras nas biológicas, e não entender um conteúdo não significa que a criança é incapaz.

Por isso, use métodos que se adequem melhor ao ensino, afinal, a educação moderna é feita para se adequar à criança, e não o contrário. A educação deve ser libertadora, e não prisional.

 

 

 

 

Avalie essa matéria