Puder ou Poder

Puder ou Poder? Qual é o correto e em qual momento devemos utilizá-los? Essa é uma dúvida que muitos têm na hora de produzir um texto.

É muito importante que saibamos escrever bem, já que diversas situações em nossas vidas exigem essa habilidade.

Cometer um erro em uma redação de vestibular ou entrevista de emprego pode colocar em risco nossos sonhos e objetivos, além de colocar em risco a nossa credibilidade.

Escrever bem é uma oportunidade de demonstrarmos nossos conhecimentos nas mais diversas áreas. Seja na escola, na faculdade ou no trabalho, essa habilidade é essencial para garantirmos nossa sobrevivência no mercado altamente competitivo.

Confira as dicas a seguir para nunca mais errar na aplicação das palavras Puder e Poder.

Puder ou Poder? Veja Exemplos 

As dúvidas de vocabulário costumam aparecer nos momentos mais impróprios: naquela dinâmica de entrevista de emprego, na redação do ENEM ou na hora de escrevermos um e-mail importante para o nosso chefe.

Se bateu a dúvida se é puder ou poder, saiba que tudo vai depender do contexto onde a palavra será inserida. Não há como dizer qual das duas estão erradas: ambas existem no nosso vocabulário e estão escritas corretamente.

A palavra puder é a representação do futuro do conjuntivo do verbo “poder” na primeira ou terceira pessoa do singular.

O conjuntivo é a expressão de algo que não é certo ainda, algo hipotético e que pode ou não acontecer.

“Puder” pode vir antecedido de “se”, indicando uma ação que talvez aconteça. Isso é o que podemos ver no exemplo:

“Se eu puder, passo na sua festa de aniversário no domingo.”

Nesse caso, o sujeito da frase não garante que estará na festa de aniversário que ocorre no domingo. A expressão “se eu puder” representa algo como “se for possível”, “talvez” e “provavelmente”.

Já a palavra poder está conjugada no infinitivo impessoal. Essa palavra deve ser utilizada no sentido de “capacidade de”. É utilizado principalmente quando não existe um sujeito. Observe a frase a seguir:

“Querer não é poder.”

Nesse caso, a mensagem transmitida é a de que não importa se você quer algo. Querer algo não significa ter a capacidade de ter ou alcançar esse algo.

Puder ou Poder

Quando usar puder ou poder? Conheça as diferenças

Utilize puder no sentido de “algo hipotético” e “talvez”, como nos exemplos a seguir:

  • “Salve-se quem puder.”
  • “Se eu puder, apareço na sua casa amanhã de manhã.”
  • “Se eu não puder ir para a escola amanhã, você me empresta seu caderno no dia seguinte?”
  • “Quem puder trazer copos de plástico para a festa de aniversário, traga.”
  • “Quando você puder, pode me ensinar a receita daquele bolo de aipim?”
  • “Vou colocar essa papelada no correio quando eu puder.”

Utilize poder no sentido de “capacidade de”, como nos exemplos a seguir:

  • “Você vai poder ir à festa da Joana no fim de semana?”
  • “Querer não é poder.”
  • “Poder fazer não quer dizer que eu irei fazer.”
  • “Se eu te levar no hospital agora, vou poder ficar mais tranquila.”
  • “Melhor ir ao mercado agora, amanhã você não vai poder por conta da consulta médica.”
  • “Gostaria de poder fazer alguma coisa para amenizar seu sofrimento.”

Muitas vezes, a palavra “poder” também pode ser utilizada como sentido de habilidade que um ser possui ou liberdade para fazer algo, como por exemplo:

  • “O poder do Homem-Aranha é ter habilidades biológicas de uma aranha.”
  • “Queria ter o poder da invisibilidade.”
  • “O presidente do país tem um grande poder nas mãos.”
  • “Aquela mãe tem um poder muito forte sob seus filhos.”
  • “Como conquistar o poder da concentração em tempos turbulentos como esse?”

Pudesse ou podesse

Pudesse ou podesse? Qual é a forma certa de conjugar?

A resposta é: pudesse sempre será a forma correta. Podesse é uma palavra que não existe no nosso vocabulário e não deve ser utilizada em qualquer circunstância.

A palavra pudesse está conjugada no pretérito imperfeito do subjuntivo, na primeira e na terceira pessoa. Sua aplicação pode ser utilizada como nos seguintes exemplos:

“Se eu pudesse, iria até sua casa agora lhe emprestar meu caderno.”

“Se ela pudesse estar aqui conosco teria sido muito mais divertido.”

“Gostaria que eu pudesse ter ido na sua festa de aniversário, mas meus pais não deixaram.”

Ao contrário da palavra puder que representava um futuro incerto, a palavra pudesse vai representar uma situação que não tem mais possibilidade de acontecer.

Pudemos ou podemos?

As duas palavras estão presentes na nossa língua portuguesa, mas estão conjugadas em tempos diferente.

Pudemos está no pretérito perfeito, já podemos está no presente do indicativo.

Ou seja, fale pudemos para algo que já aconteceu e que você pôde fazer. Já podemos é para representar algo que você pode fazer no presente.

Exemplos:

  • Nós pudemos presenciar uma bela apresentação de fogos de artifícios no céu de ontem.
  • Nós podemos presenciar uma bela apresentação de fogos de artifícios no céu de hoje à noite.
  • Com as pesquisas feitas pelo nosso time, pudemos verificar com clareza quais foram os erros cometidos por cada setor.
  • Com as pesquisas feitas pelo nosso time, podemos descobrir quais foram os erros cometidos por cada setor.

Perceberam a diferença das duas aplicações? A primeira e terceira frase fala sobre coisas que as pessoas tiveram a capacidade de. Já a segunda e quarta frase mostram coisas que as pessoas terão a capacidade de fazer no futuro.

Conjugação do verbo poder

Tem dúvidas sobre como conjugar o verbo “poder”? Não se preocupe. Confira as formas a seguir:

Presente (Indicativo):

  • Eu posso
  • Tu podes
  • Ele pode
  • Nós podemos
  • Vós podeis
  • Eles podem

Pretérito Imperfeito (Indicativo):

  • Eu podia
  • Tu podias
  • Ele podia
  • Nós podíamos
  • Vós podíeis
  • Eles podiam

Pretérito Perfeito (Indicativo)

  • Eu pude
  • Tu pudeste
  • Ele pôde
  • Nós pudemos
  • Vós pudestes
  • Eles puderam

Pretérito Mais Que Perfeito (Indicativo):

  • Eu pudera
  • Tu puderas
  • Ele pudera
  • Nós pudéramos
  • Vós pudéreis
  • Eles puderam

Futuro do Presente (Indicativo):

  • Eu poderei
  • Tu poderás
  • Ele poderá
  • Nós poderemos
  • Vós podereis
  • Eles poderão

Futuro do Pretérito (Indicativo):

  • Eu poderia
  • Tu poderias
  • Ele poderia
  • Nós poderíamos
  • Vós poderíeis
  • Eles poderiam

Pretérito Imperfeito (Subjuntivo):

  • Eu pudesse
  • Tu pudesses
  • Ele pudesse
  • Nós pudéssemos
  • Vós pudésseis
  • Eles pudessem

Presente (Subjuntivo):

  • Eu possa
  • Tu possas
  • Ele possa
  • Nós possamos
  • Vós possais
  • Eles possam

Futuro (Subjuntivo):

  • Eu puder
  • Tu puderes
  • Ele puder
  • Nós pudermos
  • Vós puderdes
  • Eles puderem

Agora que você já sabe conjugar o verbo poder e a diferença entre puder e poder, já pode escrever com confiança aquela redação ou e-mail de trabalho. Lembre-se: as duas formas estão corretas. Tudo dependerá do contexto.

Puder ou Poder
Avalie essa matéria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *